A.R.D. (Artificial Retreat Devices), 2001

 

A.R.D. (Artificial Retreat Devices): LazydressTent, ForestTent, CamouflageTent, OceanTent, 2001.
and the instructions book and Book A.R.D. Projects

Installation with sound, fabric, metal, sound, artificial grass. Exhibition at Colecção Berardo/Sintra Museu de Arte Moderna, Portugal, 2001.

A.R.D. (Artificial Retreat Devices) is a series of portable tents that are used to pacify the desire to get out of the urban environment. These portable shelters could be mounted and placed anywhere indoors or outdoors. Once inside, they provide a place for seclusion. Through color and sound each tent recalls a different association with nature, allowing the viewer to be somewhere else.

A.R.D. (ARTIFICIAL RETREAT DEVICES), é uma instalação constituída por uma série de tendas portáteis, utilizadas para tranquilizar o desejo de escapar ao meio urbano. Estes abrigos portáteis podem ser montados e colocados em qualquer sítio, interior ou exterior. Assim que se entre neles, proporcionam um espaço de refúgio (retiro, isolamento). O ambiente cromático e sonoro de cada tenda evoca diferentes associações com a natureza, permitindo que o espectador se sinta noutro lugar.

A série A.R.D. (Artificial Retreat Devices), 2000-2001, um conjunto de cinco tendas feitas em camadas de tecidos de Nylon, com interiores pintados com tinta acrílica em camadas translúcidas, oferecem pequenos retiros para o corpo experienciar uma versão artificial da natureza. Cada um destes retiros faculta uma experiência sonora específica. O ambiente cromático e sonoro de cada tenda evoca associações com a natureza, permitindo que o espectador se sinta noutro lugar. Um livro de instruções com a descrição do projecto indica as possíveis utilizações de cada tenda, como montar e em que género de situação. Um outro livro, edição de autor, com o título Livro de Projectos, contem também as instruções e possíveis utilizações, assim como uma série de desenhos de projecto para outras tendas com funções variadas.

Cada uma das peças é meticulosamente confeccionada manualmente. A evocação do objecto de produção industrial é contrariada pelo facto de cada uma destas tendas ser objecto único. Nas peças Lazydresstent, Foresttent, Oceantent e Rain, o som é feito a partir de recolha de sons da natureza e gravações de respiração. A peça Camouflagetent, forrada de tecido camuflado pintado, copiado à mão, é mais aberta, e contém uma peça sonora com sons de guerra. Uma experiência a contrariar a ideia de retiro idílico das primeiras quatro peças.